(15) 99104-2002

Desculpas para Interromper o Tratamento de Dependência Química

24/11/2023

Desculpas para Interromper o Tratamento de Dependência Química

Desculpas para interromper o tratamento.

 

  Os familiares muitas vezes fragilizados emocionalmente, por toda a disfunção do dependente químico/álcool, acabam sendo vítimas de chantagens emocionais irreais, desculpas ou até as inventam, para interromper o tratamento, mas não levam em consideração todo os problemas que levaram a tomar a decisão de internar, se levassem em consideração pelo menos o último dia de uso do viciado na ativa, só isso bastaria para desistirem dessa insanidade, mas não, ainda muitas das vezes, são motivados por promessas plausíveis mas irreais ou até pior arrumam desculpas esfarrapadas para desligar o paciente da continuidade do tratamento e se apegam as desculpas para interromper o tratamento como se essas desculpas realmente fossem mais do que importantes termino do tratamento.

Com tudo mediante a experiências reais com pacientes familiares e até amigos, separamos as dez maiores desculpas para interromper o tratamento de viciados dependentes químicos e alcoólatras (adicto) para que você pelo menos fique ciente de que na maioria das vezes, o que o adicto só quer é uma forma de voltar ao uso motivado por uma síndrome de abstinência que muitas vezes passa rápido e com o auxílio dos psicólogos e terapêutas o adicto supera essa faze e se fortalece em sua recuperação alicerçando-a para perpetuar sua vida sem o uso de substâncias entorpecentes.

  1. “Temos uma viagem e não podemos prorrogá-la”;

     Como se viajar o impedisse de também usar drogas

  1. “Aqui a comida que servem e muito ruim”

            Muitos pacientes chegam desnutridos devido a obsessão e compulsão pelo uso ser tão forte, que não se alimentam, nem se atentam a higiene pessoal.

  1. “A filha ou filho pequeno não aguenta mais de saudades do pai”;

Realmente os filhos sentem muitas saudades mas não porque está internado, e sim pela ausência do real pai que se afastou a tempos atrás, quando começou o uso e se instalar a dependência e com isso sua personalidade ficou mais agressiva e egocêntrica. Lembre-se o que são alguns messes para quem tem o resto da vida!

  1. “As acomodações e vizinhos de quartos são desagradáveis”;

Mediante ao preço que se pode pagar sim pode se dar mais conforto e se manter mais reservado, mas muitas vezes trocou-se o conforto de seu lar e seu quarto, para ficar dias no uso, muitas vezes em terrenos baldios construções pessoas já mais vistas e em situações quase que em risco de vida!

  1. “O paciente tem que assinar alguns documentos urgentes”;

Nada é mais urgente que sua saúde, na adicção ativa o paciente pode ter deixado muita coisa para traz, o mais importante é terminar o que começou para dar continuidade em sua vida normalmente  

  1. “Eu vou tirar, mas se ele voltar a usar eu retorno com ele”;

Sim a probabilidade de ele voltar a usar e muito grande com interrupção do tratamento, o que pode acontecer e ter chance de voltar para um tratamento pois a compulsão e obsessão pelo uso só foi estacionado e não tratado e quando se volta ao uso decorrente de um uma interrupção podem se fatais  

  1. “Aqui em casa estão faltando várias coisas e ele é quem cuida dessa área e sustenta a casa”;

O paciente tem que estar bem para as coisas ficarem bem repito não era este o mesmo pensamento que fizeram tomar a decisão de internar!

  1. O hospital/clinica/centro de tratamento é muito rígido, inclusive com os familiares, tem regra pra tudo, assim não dá”;

O que realmente tornou a vida do paciente esta disfuncionalidade, foi sua irresponsabilidade inclusive com regras e horários que por sua vez ficou a desejar em sua educação, implantar esta questão na vida do paciente e uma tarefa nada fácil que requer uma programação rígida!

  1. Não estamos mais conseguindo pagar as despesas dele e o hospital não é barato”;

Sim não é barato mas se formos fazer a analogia comparativa com que ele gasta para usar drogas acredito que a conclusão é que fica mais barato gastar para salvar a vida do que para deteriora lá

  1. “Todos aqui em casa darão a maior força para ele, estamos juntos e unidos, ele não vai voltar a usar”;

O que faz a família acreditar que fará algo de diferente que já não tentaram antes?

Estes são apenas alguns dos argumentos mais utilizados para retirar seu familiar do tratamento e infelizmente a lista é bem mais extensa. Se alguns deste argumentos lhe passa ou passou em mente, entenda que você está cometendo um enorme erro, contribuindo para um tratamento fracassado e para a recaída do dependente. Ao iniciarmos um tratamento, realizamos um planejamento de cada passo, de cada etapa que será executada e vencida, para que na conclusão aconteça a real reabilitação da dependência química ou alcoolismo.

“Interromper o tratamento e mesmo que sair com um carro par viajar sem dinheiro para abastecer uma hora o gás acaba e tudo esta perdido!”

Entre em contato

Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.